Diário da Megalópole
   
31mar98

S tart spreading the news, I'm leaving today, I want to be a part of it - New York, New Yo… Corta! Música errada, cidade errada, país errado. Tentemos novamente…

Sampa Alguma coisa acontece no meu coração, que só quando cruzo a Ipiranga e a avenida São João… Agora sim! Sampa, aqui me tens nemonoxiando pela dura poesia concreta de tuas esquinas (thanks, Caetano!). Desde a última semana de março de mil novecentos e noventa e oito, sou mais um habitante desta megalópole pulsante, insignificante indivíduo numa coletividade de mais de dez milhões de pessoinhas.

Encontrar um apartamento para alugar foi mais fácil do que eu imaginava. A oferta era grande, e achei rapidamente um simpático imóvel do tamanho que eu precisava, ao preço que eu podia pagar, e na região que eu queria. Ultrapassados os trâmites burocráticos (contratos, fiadores, cauções, etc.), instalei-me a dois quarteirões da avenida Paulista, no bairro que leva o poético nome de Paraíso. Gastei uma semana desencaixotando meus modestos pertences e tentando organizá-los - uns poucos milhares de livros e outras tantas centenas de revistas sempre dão algum trabalho. Agora que as coisas estão um pouco (só um pouco) mais tranqüilas, começo a publicar este despretencioso diário, contando minhas andanças por Sampa (prefiro este apelido carinhoso à referência religiosa do nome oficial). Acompanhem-me, não só na leitura mas também com opiniões, sugestões e palpites.
   


leia o texto mais recente     leia os textos anteriores     sobre o projeto     sobre o autor     e-mail

© 1998 Nemo Nox