domingo, 31 de julho de 2005

[ 18:52 ]

Esta semana o Burburinho traz um texto do Luis Gustavo Claumann sobre o livro Voz do Fogo, do Alan Moore, e um texto do Ricardo Bittencourt falando de The Matrix, Lewis Carroll, simulações, universos paralelos e super-heróis, Flash de Dois Mundos. Seja um burbunauta bem informado e receba por email, gratuitamente, todas as edições do nosso boletim. #

sábado, 30 de julho de 2005

[ 14:13 ]

Estou fazendo uma pesquisa sobre o Tio Patinhas para um artigo do Burburinho, e por causa disto andei relendo esta semana dezenas de álbuns da Disney feitos pelo Carl Barks, coisas que eu não lia desde a pré-adolescência, e acabei me decepcionando. Mais um caso de memórias melhores que a realidade. Não que as histórias sejam completamente ruins, algumas até têm boas idéias, mas o tratamento é bem infantil, bobinho, muito distante de, por exemplo, para citar outros quadrinhos de aventuras com viagens e tesouros, o Tintin de Hergé, produzido ainda antes do material do Barks (quando Barks começou a fazer as aventuras mais longas dos patos, na segunda metade da década de quarenta, Hergé já tinha publicado mais de uma dúzia de álbuns do Tintin). Em março deste ano, quando reli histórias do Don Rosa, achei que eram inferiores às do Carl Barks, mas agora vejo que ambos estão aproximadamente no mesmo nível (com uma exceção, que será o tema do meu artigo). #

sexta-feira, 29 de julho de 2005

[ 18:45 ]

Assisti em dvd Hipnos (Espanha, 2004), do David Carreras. A história é interessante mas tem um mistério muito parecido com o de outro filme recente (que não vou citar para não estragar a surpresa) e não é muito difícil descobrir o que está acontecendo. Várias referências a filmes do Buñuel, particularmente com as formigas de Un Chien Andalou. #

[ 13:47 ]

Minha mãe agora está achando que eu tenho um jeito parecido com o do Kevin Spacey. Eu até poderia fazer um esforço e pensar que é elogio, se ela não tivesse dito isto logo depois de assistir K-Pax, filme em que paira a dúvida se ele é um maluco ou um extraterrestre. #

quinta-feira, 28 de julho de 2005

[ 23:48 ]

Eu já escrevi no Burburinho sobre as esculturas do J. Seward Johnson, Jr. Agora vi que ele está tridimensionalizando ambientes de pinturas famosas, como o sonho do Rousseau ou o quarto do Van Gogh. Muito bacana. #

[ 13:13 ]

O Diego Eis e o Fábio Caparica enviaram emails explicando como exportar a lista de feeds do Bloglines num arquivo OPML. Thanks! O recurso existe mas está um pouco escondido, é preciso clicar em edit, rolar a tela até embaixo, e lá estão as opções para exportar e importar feeds. Só um detalhe: não funciona no Opera, tive que usar o Firefox para poder exportar minha lista de feeds. Outra coisa que não funciona no Opera é a categorização de feeds para novas inscrições, todos os feeds novos caem no diretório raiz automaticamente e só depois posso movê-los para a pasta que eu quero. #

[ 13:02 ]

Sucessora de Modigliani: Lori Earley. #

quarta-feira, 27 de julho de 2005

[ 18:50 ]

Forbes recomenda weblogs: Best of the Web. #

[ 18:48 ]

New York Times recomenda weblogs: Blogs 101. #

[ 18:45 ]

Quem Linka o PPP (14): Tempos Interessantes, Blogging Burt, Nerd-O-Rama, The Perfect Eye, O Zombie Comeu o meu Blog, Tudo Pode Acontecer, De Ponta Cabeça, Noite passada um DJ salvou minha vida, Alexandre Bobeda, Prosaico. #

[ 15:40 ]

Duas perguntas sobre o Bloglines: Por que eles não têm uma ferramenta para exportar a lista de feeds num arquivo OPML? Por que a ferramenta de recomendações sempre diz que não há recomendações disponíveis? #

[ 13:11 ]

A melhor tira em quadrinhos desde o fim de Calvin & Hobbes: Pearls Before Swine. Acho que vou começar a usar a toalha do silêncio. #

[ 12:47 ]

ICIGSITBOTH: In Case I Get Shot In The Back Of The Head. #

terça-feira, 26 de julho de 2005

[ 21:28 ]

O Digestivo Cultural republicou um texto de 1975 do Ruy Castro, O Frankenstein de Mary Shelley. O Burburinho tem um texto meu sobre o mesmo tema, mais recente, mais curto e mais modesto, Frankenstein. #

[ 18:53 ]

Procuro bons weblogs feitos em Portugal e na Espanha. Alguém me poderia dar indicações? Thanks! #

[ 14:38 ]

Depois da combinação de prosa densa e história rarefeita de The Body Artist, do Don DeLillo, fiquei com vontade de ler algo que fosse o oposto. E encontrei um autor ideal para isso, o Isaac Asimov. Ele escreve de forma extremamente direta e simples, por vezes até simplória, e concentra-se em contar a história sem a rebuscar muito. Resolvi pegar novamente I, Robot, que já li pelo menos duas vezes, na pré-adolescência em português e já adulto em inglês. #

[ 13:42 ]

Magritte ganha um museu: This is not a Magritte museum. #

[ 13:40 ]

Divulgados os vencedores do 2005 Adobe Design Achievement Awards. #

segunda-feira, 25 de julho de 2005

[ 14:21 ]

Assisti em dvd Un Long Dimanche de Fiançailles (França-EUA, 2004), do Jean-Pierre Jeunet. Gostei muito, foi como uma agradável lareira no meio de um longo inverno de filmes ruins ou meramente medíocres. História interessante (baseada num livro do Sébastien Japrisot) e narrativa criativa, boa fotografia (do Bruno Delbonnel), direção inspirada, boa música (do Angelo Badalamenti). Fica confirmado o Jean-Pierre Jeunet como um dos meus diretores preferidos em atividade: Delicatessen tem lugar cativo na minha lista de filmes recomendados, La Cité des Enfants Perdus não funciona muito bem mas cria um universo visualmente interessante, Alien: Resurrection é para mim o segundo melhor filme da série, Amélie era romanticamente otimista demais para o meu gosto mas encantava pela narrativa, e este Un Long Dimanche de Fiançailles repete a dose de storytelling afiado. No Brasil batizaram o filme com o título sem graça Amor Eterno. #

[ 12:26 ]

Vejam quem está blogando: Paul Dini, um dos roteiristas da série Lost, e também roteirista de Tiny Toon Adventures, Batman: The Animated Series, Superman: The Animated Series, Batman Beyond, ganhador de vários prêmios Emmy, Eisner e Harvey. O weblog chama-se King's Chronicles. #

[ 11:44 ]

O Luiz Antônio Gravatá citou o PPP novamente na sua coluna de hoje nO Globo. Thanks! #

domingo, 24 de julho de 2005

[ 16:04 ]

Esta semana o Burburinho fala de Kamchatka e de Gasparyan, em textos da Nicole Cabral e do Luis Gustavo Claumann, respectivamente. Seja um burbunauta bem informado e receba por email, gratuitamente, todas as edições do nosso boletim. #

sábado, 23 de julho de 2005

[ 22:04 ]

Livros do Peter Watts para download gratuito: Rifters. #

[ 21:53 ]

Novo ezine: Casa do Fã. #

sexta-feira, 22 de julho de 2005

[ 21:29 ]

Duas coisas invadiram o Friendster: mulheres das Filipinas e anúncios dos infernos. Comecei a receber mensagens casadoiras de mulheres de nacionalidade filipina, e uma coisa que me chamou a atenção foi que nenhuma delas dizia estar morando atualmente nas Filipinas. Resolvi fazer buscas em vários países de diversos continentes e descobri que pelo menos metade dos resultados é preenchida por filipinas, em qualquer país que você escolha. Enquanto fazia estas experiências, visitei muitas páginas, todas elas cheias de anúncios que piscam, tremem e pulam. Eu sei que eles precisam ganhar dinheiro, mas precisa ser com esse tipo de publicidade incômoda? #

[ 13:20 ]

Povoando a lua com pixelart: PixelMoon. #

[ 13:18 ]

Uma cidade fictícia em pixelart: PixelDam. #

[ 13:16 ]

Mapa de Washington em pixelart: DC Flyby. #

quinta-feira, 21 de julho de 2005

[ 15:00 ]

Tabela comparando os recursos de Blogger, TypePad Basic, TypePad Plus, TypePad Pro, Blogware, WordPress, Movable Type e Expression Engine: Blog software comparison chart. #

[ 14:52 ]

Terminei de ler The Body Artist (Scribner, EUA, 2001), do Don DeLillo. Muito bem escrito. Mas quase sem história. O narrador mergulha na mente da protagonista, descreve estados de espírito, brinca com o fluxo de consciência. Mas quase nada acontece. Eu valorizo muito a arte da escrita, o domínio das palavras, a manha de saber combinar frases efetivamente. Mas, se tiver que escolher, acho que prefiro um livro com narrativa menos lapidada porém com história mais interessante. #

quarta-feira, 20 de julho de 2005

[ 21:27 ]

Sessão dupla em dvd, dois filmes ruins. Primeiro, If Only (EUA-GB, 2004), do Gil Junger, uma bobagem romântica da pior espécie. Não bastasse os personagens caricatos e o subtexto fatalista, ainda tem absurdos de verossimilhança como uma orquestra tocando sem ensaio uma partitura para um instrumento e a música saindo prontinha, com harmonia elaborada e até com contra-vozes. A Jennifer Love Hewitt é muito bonitinha mas tem péssimo gosto para escolher roteiros. Depois, Ong-bak (Tailândia, 2003), do Prachya Pinkaew, uma bobagem com cenas de artes marciais. Produção tosca, roteiro tosco, salvam-se somente como curiosidade algumas seqüências de muay thai (boxe tailandês). Teria sido melhor assistir um filme antigo do Jackie Chan. #

[ 21:01 ]

Frase do dia: "That's pretty much the last ten years of American political history in a nutshell. While liberals sift and weigh the evidence, debate alternative points of view, and reach for that ever elusive 'fairness', the conservative machine sifts and weighs alternative propaganda points, debates the best way to manipulate public opinion, and reaches for power - first, last and always." (Billmon) #

[ 13:13 ]

A partir de hoje a frase Beam me up, Scotty! ganha novo significado. #

terça-feira, 19 de julho de 2005

[ 19:49 ]

Gosta de xadrez? Já ouviu falar de Chess960, a variante inventada pelo Bobby Fischer que elimina a mesmice das aberturas estudadas á exaustão? Unorthodox Chess From an Odd Mind. "The game makes room for casual players with day jobs to play at a serious level, because they no longer have to devote hours of preparatory time to studying opening variations." #

[ 19:06 ]

Estiloso filme promocional dirigido pelo David LaChapelle para a segunda temporada da série: Lost. #

[ 19:04 ]

Elasticidade facial: Jowlers. #

[ 16:08 ]

O ataque: The New Nanny Diaries Are Online. A defesa e o contra-ataque: Sorry to Disappoint You. Alguns comentários: Plus ça change, plus ça reste la même chose, The politics of nannies and blogging, If Karl Rove worked for Helaine Olen. Eu acho particularmente interessante e significativo que de uma lado esteja uma jornalista do New York Times e do outro uma blogueira independente. #

[ 13:54 ]

Neil Gaiman: Where Do You Get Your Ideas? #

[ 13:52 ]

Philip K. Dick: How to Build a Universe That Doesn't Fall Apart Two Days Later. #

[ 12:07 ]

Das Kabinett des Doktor Caligari, o filme clássico do expressionismo alemão, está disponível para download gratuito. #

segunda-feira, 18 de julho de 2005

[ 19:26 ]

Som do dia: Bad Religion. "I've got nothing to say / I've got nothing to do / all of my neurons are functioning smoothly / yet still I'm a cyborg just like you" (Modern Man) #

[ 19:21 ]

Ateus, minoria encurralada nos EUA: A Time of Doubt for Atheists. #

domingo, 17 de julho de 2005

[ 16:21 ]

Esta semana no Burburinho Luis Gustavo Claumann fala do menino feiticeiro que não é Harry Potter em Os Livros da Magia e Ayrton Mugnaini Jr. lembra dos encontros não muito amigáveis entre Escher e o Rock. Seja um burbunauta bem informado e receba por email, gratuitamente, todas as edições do nosso boletim. #

sábado, 16 de julho de 2005

[ 13:21 ]

Entre os filmes que assisti recentemente, vários têm números no título: Banlieue 13, Ladder 49, Suspect Zero. Tendência ou coincidência? Lembrei de outros filmes com números no título: Cube Zero, Zero Effect, Less Than Zero, One Hour Photo, Air Force One, One False Move, The Two Towers, Two Weeks Notice, The Man with Two Brains, Three Kings, Three Men and a Baby, Three Days of the Condor, Fantastic Four, Four Weddings and a Funeral, Four Rooms, Slaughterhouse-Five, Five Easy Pieces, Five Corners, Six Degrees of Separation, Deep Star Six, Henry VIII and His Six Wives, The Seven Samurai, Snow White and the Seven Dwarfs, Seven Brides for Seven Brothers, Eight Legged Freaks, 8 1/2, 8mm, Nine 1/2 Weeks, Nine Months, Nueve Reinas, The Ten Commandments, Ten Seconds to Hell, The Whole Ten Yards. #

[ 13:05 ]

Assisti em dvd Suspect Zero (EUA, 2004), do E. Elias Merhige. Thriller interessante misturando serial killers e fenômenos paranormais. Ben Kingsley (Oscar por Gandhi) em mais uma ótima interpretação, apoiado pelo Aaron Eckhart (de Paycheck) e Carrie-Anne Moss (de The Matrix). Bacaninha. #

[ 12:59 ]

Foi publicada a relação dos vencedores do 2005 Eisner Award. Entre os premiados, alguns nomes que já apareceram no Burburinho ou aqui no PPP: Jeff Smith (Best Graphic Album—Reprint, Bone One Volume Edition, Cartoon Books), Brian K. Vaughan (Best Writer, Y: The Last Man, Vertigo/DC), Paul Chadwick (Best Writer/Artist, Concrete: The Human Dilemma, Dark Horse). #

sexta-feira, 15 de julho de 2005

[ 19:17 ]

Sticks and Stones, disponível online na íntegra (42 minutos), é um documentário imperdível da CBC (Canadian Broadcasting Corporation, rede pública canadense de rádio e tv) sobre a guerra cultural nos EUA, sobre como a direita dominou a mídia, sobre como o termo "liberal" se transformou em ofensa, e de quebra desmascara algumas mentiras de vilões como Ann Coulter e Bill O'Reilly. Muito bom. #

quinta-feira, 14 de julho de 2005

[ 20:01 ]

Lost foi indicada para uma dúzia de Emmys na categoria drama, entre eles como melhor série, melhor elenco, melhor ator coadjuvante (duas indicações, uma para o Naveen Andrews, outra para o Terry O'Quinn), melhor direção e melhor roteiro (também duas indicações para episódios diferentes). Resta ver se vai realmente levar alguma das estatuetas ou se é estranha demais para esse tipo de reconhecimento. É bom lembrar que Twin Peaks também foi indicada a vários Emmys (exatamente doze indicações, oito na primeira temporada e quatro na segunda) mas nunca chegou a ser premiada. #

[ 17:42 ]

Trouxe comigo de Alexandria um livrinho comprado num balaio de saldos por sete dólares, The Body Artist (Scribner, EUA, 2001), do Don DeLillo. Eu já andava curioso para ler algo dele por causa dos vários prêmios e elogios da crítica, mas não tão curioso para mergulhar nas 326 páginas de White Noise ou nas 832 páginas de Underworld sem antes sentir um gostinho da prosa do sujeito. The Body Artist, que comecei a ler agora, com somente 124 páginas, é uma boa forma de me familiarizar um pouco com a literatura do DeLillo. Ainda estou muito no início mas já percebi duas coisas: ele escreve muito bem e até a página 25 nada acontece. #

quarta-feira, 13 de julho de 2005

[ 19:49 ]

Comecei a assistir em dvd Ladder 49 (EUA, 2004), do Jay Russell. Comecei mas não terminei, não consegui agüentar aquela avalanche de baboseiras e platitudes, aquela trama simplória e simplista, aquele amontoado de clichês sem imaginação. Sim, eu sei que a idéia era homenagear os bombeiros, mas precisavam fazer um roteiro assim tão tosco? Perda de tempo. #

[ 18:47 ]

Sites sobre bestiários medievais: The Aberdeen Bestiary, The Medieval Bestiary, Bestiaire. (dicas do Metafilter) #

[ 16:50 ]

Esculturas engraçadinhas: Off-Duty Gargoyles. #

[ 16:48 ]

Fotos bacanas: Lee Friedlander. #

terça-feira, 12 de julho de 2005

[ 19:16 ]

MySpace x NotMySpace #

[ 15:15 ]

Assisti em dvd Envy (EUA, 2004), do Barry Levinson. Apesar do final bobinho, a premissa do filme é boa e o roteiro tem algumas boas cenas de humor negro. Mas o Ben Stiller e o Jack Black são escolhas pobres para os papéis principais, e o Christopher Walken como coadjuvante brilha mais que qualquer dos dois. E pensar que o Barry Levinson já dirigiu filmes bons como The Natural ou Rain Man agora faz só coisas como Sphere, Bandits e este Envy. #

[ 14:44 ]

Eu sempre desconfiei do uso de fontes anônimas no jornalismo e sou contra o direito de confidencialidade para essas fontes. É bom ver um jornalista concordando comigo, como o Richard Stengel: "In my experience, most anonymous leads were either water-cooler gossip, poison darts, or self-interested information leaked to help the agendas of officeholders. (...) Using anonymous sources is dangerous as well for a reason journalists rarely admit: They are easily manipulated. Every journalist knows that a blind quotation is more easily massaged than an attributed one. It's a lot simpler to use a background quote to back up the premise of a story than one with a name attached to it. For one thing, even the source cannot be sure that the quote is his or her own. If questioned, the reporter can always say it was someone else, and no one will be the wiser." (Revealing an anonymous source, journalists cry, will mute important sources. That argument is greatly exaggerated.) #

[ 14:24 ]

Já me chamaram de muita coisa, mas os adjetivos que surgem na blogosfera continuam me surpreendendo. Henrique Luna: "gente do quilate de monstros [no bom sentido hehe] como Nemo Nox". Jorge Pontual: "Nemo Nox, o gênio da Internet brasileira, cuíca do mundo". Thanks! #

segunda-feira, 11 de julho de 2005

[ 18:42 ]

Logotipos de metrô pelo mundo: Variations of the Letter M. #

[ 18:36 ]

Peças pouco conhecidas de Beethoven em formato midi: The Unheard Beethoven. #

[ 17:37 ]

Algumas pessoas perguntaram por que resolvi colocar uma caixinha de doações no Burburinho. O site existe há quatro anos, oferece conteúdo gratuito, tem dezenas de milhares de page views mensais, envia boletins gratuitos para milhares de assinantes, e nunca deu retorno financeiro. Fazer o Burburinho dá trabalho e custa dinheiro, seria bacana ao menos poder gerar o suficiente para pagar as despesas criadas pelo próprio site. Descartei várias alternativas, como a venda de espaço publicitário (banners e janelinhas popup são um incômodo; os preços praticados na internet brasileira são baixíssimos) ou a parceria com sites de comércio online (as lojas fazem a venda enquanto os parceiros ficam só com migalhas; é difícil manter uma imagem independente quando ganhamos comissão sobre os produtos que comentamos), e acabei optando pela idéia das doações. A caixinha é uma experiência com o conceito de micromecenato, uma forma de envolver a comunidade de burbunautas na sustentabilidade do site. Não sei se vai dar resultado, mas estou tentando. #

domingo, 10 de julho de 2005

[ 19:06 ]

Esta semana o Burburinho comemora seu quarto aniversário com uma edição recheadíssima: dez textos de dez colaboradores (alguns deles recém-chegados): Hitler e as Copas que a Argentina Não Ganhou (Idelber Avelar), Laerte (Rafael Lima), Contos Proibidos do Marquês de Sade (Luis Gustavo Claumann), Betty Carter (Ayrton Mugnaini Jr.), Erico Verissimo (Leandro Oliveira), Festival das Estrelas (Ricardo Bittencourt), A Excêntrica Família de Antonia (Nicole Cabral), O Big Brother e as Mulheres de Palha (Gian Danton), Slint (Ana Alice Colonetti), O Físico (Clarice Maia Scotti). Aproveitei para acrescentar um FAQ e uma caixinha de contribuições. E, como sempre, para receber por email os próximos textos do Burburinho, basta cadastrar-se gratuitamente e tornar-se um burbunauta. Meus agradecimentos a todos que participaram destes quatro anos de burburinhadas! #

sábado, 09 de julho de 2005

[ 14:10 ]

Pinturas, desenhos e animações: Dylan Sisson. #

[ 14:08 ]

Functional-mechanic-artform: ZoHo. #

sexta-feira, 08 de julho de 2005

[ 19:17 ]

Assisti em dvd Distrito 13 (Banlieue 13, França, 2004), do Pierre Morel. Boa história, boa edição, ótimas cenas de ação. David Belle, um dos inventores do parkour, é o ator principal, e dá demonstrações incríveis de suas habilidades atléticas. De dar inveja ao Jackie Chan. Para quem não sabe, parkour é um esporte no qual o praticante supera obstáculos naturais do percurso, escalando edifícios, saltando de um terraço para outro, correndo de telhado em telhado, pulando sobre automóveis em movimento, etc. Bacana. #

[ 12:48 ]

Plan 9 From Outer Space, considerado por muitos o pior filme de todos os tempos, está disponível para download gratuito. #

[ 12:41 ]

Só hoje descobri que fui citado no Diário do Comércio em março: Blog, a nova tendência da comunicação. "Se o mundo dos negócios acaba de descobrir a força comunicadora dos weblogs, os blogueiros já a conhecem há anos, embora sua fama fora do cyberespaço esteja apenas começando. É o caso de Nemo Nox, publicitário santista radicado em Washington, EUA, blogueiro desde 1998 e que prefere permanecer anônimo. Seu blog, Por um Punhado de Pixels, ganhou o prêmio BOBs – Best of the Blogs – de melhor weblog do mundo em 2004, no concurso alemão Deutsche Welle International Weblog Awards, com votos de um júri especial e dos internautas." (Não entendo por que acham que sou anônimo só por ter mudado de nome.) A matéria foi transcrita na íntegra no site WirelessBR: Blog, a nova tendência da comunicação. Thanks! #

quinta-feira, 07 de julho de 2005

[ 12:46 ]

Para cinéfilos: O Zombie Comeu o meu Blog. #

[ 09:22 ]

Não pode ser coincidência. Janeiro de 2002: Bush se engasga com um pretzel e cai de cara no chão (Bush makes light of pretzel scare). Junho de 2003: Bush cai de um Segway (Bush fails the Segway test). Maio de 2004: Bush cai da bicicleta (Bush Takes Tumble During Bicycle Ride). Julho de 2005: Bush atropela um policial com sua bicicleta e se estatela no chão (Bush falls off bicycle in collision with officer). #

quarta-feira, 06 de julho de 2005

[ 14:16 ]

Sugestões para o guarda-roupa:

  • Atheist Organic Cotton Tee
  • Friendly Atheist Sweatshirt
  • Happy Atheist T-Shirt
  • Atheist Tag Ash Grey T-Shirt
  • Heretic Sweatshirt
  • Untrustworthy God T-Shirt
  • The Power of Stupid People T-Shirt
  • Darwin Fish T-shirt #

    [ 13:42 ]

    Vi agora a notícia que Cat´s Cradle, do Kurt Vonnegut, vai ter uma versão cinematográfica. Só espero que o Leonardo DiCaprio não seja um dos atores. Tem um texto meu sobre o livro no Burburinho, Cama-de-Gato. #

    [ 13:28 ]

    A história dos EUA contada numa animação sobre o mapa do país: Growth of a Nation. #

    [ 13:06 ]

    Spam é uma praga insidiosa, aparece por todas as vias possíveis usando diversos tipos de disfarce. Tenho recebido cada vez com mais freqüência spam através de redes sociais online (Orkut, Friendster, etc). Algumas vezes são tentativas óbvias de picaretagem, com propostas do tipo "I am Mrs. Joy Kabila, from Democratic Republic of Congo. There is sum ammount of money my Husband Late President Laurent Kabila, deposited in a security company Abidjan Cote d'ivoire for safe keeping." Mas o que aparece mais são mensagens aparentemente legítimas de pessoas mulheres querendo me conhecer e pedindo que eu entre em contato não através do site mas diretamente por email. Criei uma conta no Gmail somente para descobrir qual era o esquema por trás disso e respondi algumas dessa mensagens. O truque é simples: os endereços fornecidos disparam respostas automáticas falsamente simpáticas reforçando o desejo de conhecer o incauto e oferecendo fotos da moça disponíveis através de um site no qual temos que pagar para entrar. Fica a dúvida se é somente spam de site de sexo ou garimpagem de números de cartão de crédito. Malditos spammers. #

    terça-feira, 05 de julho de 2005

    [ 18:47 ]

    Quando Sideways foi lançado em dvd, li em algum lugar (possivelmente na revista Entertainment Weekly) que a faixa de comentários dos atores era muito divertida. Por isso aluguei o filme para assistir pela terceira vez (a primeira foi no cinema, a segunda no avião vindo para o Brasil). E assim descobri que a versão brasileira do dvd simplesmente não traz faixas de comentários. Lamentável. #

    [ 18:00 ]

    Sam Harris manda bem: Losing faith in religion. "It is time we recognized that all reasonable men and women have a common enemy. It is an enemy so near to us and so deceptive, that we keep its counsel even as it threatens to destroy the very possibility of human happiness. Our enemy is nothing other than faith itself." #

    [ 16:46 ]

    Lembra dos velhinhos ranzinzas do Muppet Show, Statler e Waldorf? Pois agora eles têm seu próprio programa de crítica cinematográfica, From the Balcony. #

    segunda-feira, 04 de julho de 2005

    [ 15:59 ]

    Assisti em dvd Ned Kelly (Austrália-GB-França, 2003), do Gregor Jordan. Só depois do filme começar percebi que era a mesma história de um filme homônimo dos anos setenta estrelado pelo Mick Jagger. Felizmente esta nova versão é muito melhor. O elenco (Heath Ledger, Orlando Bloom, Geoffrey Rush, Naomi Watts) não é brilhante mas não incomoda, e a produção e a direção de arte são boas. Fiquei na dúvida se o verdadeiro Ned Kelly teria sido realmente um herói injustiçado como retrata o filme ou simplesmente um bandido que foi romantizado e transformado em mito para representar os anseios de uma parte da população australiana. De qualquer forma a história é boa e a idéia das armaduras tem uma graça especial. #

    [ 14:12 ]

    Fotos bacanas: Terra Galleria. #

    [ 14:06 ]

    No New York Times, um texto sobre weblogs de escritores, Dear Blog: Today I Worked on My Book. #

    domingo, 03 de julho de 2005

    [ 20:00 ]

    Esta semana no Burburinho, o Luis Gustavo Claumann comenta o filme Guerra dos Mundos, do Steven Spielberg. Para receber por email os próximos textos do Burburinho, cadastre-se gratuitamente e torne-se um burbunauta. #

    [ 17:08 ]

    História triste: Robot Wisdom on the Street. #

    [ 17:02 ]

    Texto divertido: First Church of Galactus. #

    sábado, 02 de julho de 2005

    [ 20:21 ]

    Finalmente me rendi ao Bloglines. Sempre gostei da experiência de ir visitando os weblogs um a um, explorando com calma os respectivos layouts, passeando sem pressa pelas páginas. Mas isto toma muito tempo, cada vez mais tempo porque são cada vez mais os weblogs a visitar. Então acabei cedendo a um formato mais rápido e mais prático (não necessariamente mais prazeroso) para a leitura diária de weblogs, o Bloglines. Para começar, listei pouco mais de cem sites para serem monitorados, em grande parte weblogs mas também uns jornais e revistas. Ainda há muito a incluir (e alguns a excluir), e aceito sugestões de bons feeds. #

    [ 12:13 ]

    Assisti em dvd Team America: World Police (EUA, 2004), do Trey Parker. Divertida mistura de marionetes em estilo Thunderbirds com humor irreverente tipo South Park. O filme satiriza ao mesmo tempo os blockbusters de ação a la Jerry Bruckheimer, a visão de mundo neo-imperialista e proto-fascista da direita dos EUA, e os bastidores do show bizz com seus atores politizados (incluindo um Michael Moore alucinado e suicida). Irreverência sem barreiras. #

    sexta-feira, 01 de julho de 2005

    [ 17:41 ]

    Sobre como o tradicional Jack Daniel's Old No. 7 não segue exatamente a tradição que anuncia: A Legacy Betrayed. E um interessante artigo biográfico sobre o criador do melhor Tennessee whiskey: You don't know Jack Daniel. #

    [ 12:42 ]

    Comemorando 125 anos de idade, a revista Science publica uma edição especial com 125 perguntas que os cientistas ainda não sabem responder (mas continuam investigando): 125 Questions. (São tantos assuntos interessantes que dá vontade de fazer um weblog dedicado somente a isso. Alguém se arrisca?) #